Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Ir para baixo
unity
Staff
Staff
Mensagens : 4
Data de inscrição : 30/12/2021
Ver perfil do usuáriohttps://www.twitch.tv/unityzin

Guia Interpretação de gangues e construção de personagens Empty Guia Interpretação de gangues e construção de personagens

Dom Jan 09, 2022 7:36 pm
Esse guia vai lhe dar informações básicas a respeito de RP de gangues/facções.
Informações sobre como ingressar em uma gangue, presença na vizinhança,
cultura de gangue, conflitos e mais.


Guia Interpretação de gangues e construção de personagens Screenshot_118


ENTRANDO EM UMA GANGUE

A primeira coisa que você deve se perguntar é: “meu personagem realmente entraria para uma gangue? A história, as características e o estilo de vida do meu personagem incentivam ele a entrar em um grupo destes?”
Alguns dos principais motivos para um personagem ingressar em uma gangue são:
➯ Status;
➯ Dinheiro;
➯ Reconhecimento;
➯ Seu contexto social/político.

Além destes exemplos, proteção e segurança são outros grandes motivos pelos quais as pessoas entram em gangues, pois vivem em uma área de risco e estão à mercê da violência presente neste ambiente. Ingressando no grupo criminoso, o personagem poderia se sentir mais seguro pois existe, provavelmente, um laço que garantiria que os demais membros deste grupo o ajudariam em caso de necessidade. Outra possível justificativa para um personagem entrar em uma gangue é ela ser ou ter sido composta por diversos membros da família deste personagem ou amigos do mesmo.

Porém o dinheiro é, na maior parte das vezes, a principal razão pela qual as pessoas ingressam em grupos criminosos. Muitos personagens podem imaginar que sozinhos não conseguirão planejar, executar e lucrar com roubos e possíveis fraudes. Seu personagem pode também achar que a gangue é a única forma válida dele conseguir o dinheiro para sobreviver e, possivelmente, ajudar sua família em caso de necessidade.


PROFUNDIDADE DE PERSONAGEM

A principal ideia que deve ser avaliada quando focamos na profundidade do personagem é que ele é uma pessoa totalmente funcional, ele tem uma vida fora da gangue, têm família e possivelmente emprego. Seu personagem não deve ser um assassino frio qual fica postado no bairro 24/7 e que só fala sobre o rival. Isso não é realista! Você deve ter em mente o fato de que a vida pessoal de seu personagem afeta como ele opera no dia a dia.
São as características do seu personagem que ditarão como ele irá tomar as decisões dele. Ou você quer uma gangue cheia de coisas genéricas como "tudo pela minha gangue, minha gangue é minha família"? Achamos que algo mais profundo, lincado a valores, crenças, razões e características pessoais tendem a tornar a experiência do RP de gangue muito mais divertida para você e para os outros, além de ser mais duradoura. De coisas genéricas, o mundo do RP está cheio e isso acaba se tornando enjoativo.

As interações entre os personagens da própria gangue devem ser o que impulsionam e demonstram como a gangue é, então dito isso, se você tem personagens que discordam e discutem entre si, a interpretação será muito mais envolvente e rica.
Nem todos os personagens da gangue deveriam ser uma grande ameaça para a comunidade, a gangue nem existiria se fosse assim. 95% dos personagens, senão todos, não deveriam ser experientes assassinos do gueto. Isso simplesmente não faz sentido. Esses personagens se queimam rapidamente nas ruas e passam a juventude e a idade adulta na prisão (ou morrem (CK)).

Os membros de gangue mais comuns deveriam ser aqueles que acreditam em outros caras solitários; andam armados porque têm medo do que pode acontecer se forem pegos sem a arma; se medicam com drogas para se esconder da dor de amigos perdidos, de familiares viciados em drogas, pobreza, da busca incessante por uma melhora de vida para finalmente sair daquele ambiente cheio de dor e tristeza.

Não crie simplesmente um personagem que será a personificação de um O-Dogg da vida. A interpretação em torno de seu personagem deve fazer sentido e ser verossímil no final do dia. Isso não significa que você não pode tentar matar algum outro personagem! Se faz sentido para a situação e para as características do seu personagem, você sim, pode tentar matar algum outro personagem. Mas não seja genérico ao ponto de simplesmente tentar interpretar que você é um gangster que tem uma quantidade insana de assassinatos relacionados ao seu nome. Nem todo tiroteio precisa ser interpretado como se você tivesse voltado com a lápide de alguém em seu nome, interprete que você atirou no bairro e eles se espalharam correndo e isso significa que você pode interpretar que causou muito medo neles.


AMBIENTAÇÃO

Seu personagem deve ser criado ao redor, ou senão, no bairro dominado por sua gangue. Desde o nascimento, seu personagem provavelmente cresceu aprendendo coisas que um garoto americano típico não aprende, ele saberia como certas gangues se comportam, qual bairro pertence a quem, saberia distinguir os grafites e quase tudo que pode ser usado para identificar um membro da gangue.

Seu personagem também seria propenso ao vicio em drogas que corre desenfreado em bairros infestados por gangues, inclusive ele provavelmente têm amigos ou parentes que abusam de drogas, e esses conhecidos sabem onde conseguir algo se for necessário. Lembre-se sempre de que seu personagem é um produto do âmbito que vive, a vizinhança o molda como pessoa, seu personagem tem em mente os problemas que vêm com as ruas, como prisão, morte e abuso de drogas. Mesmo que seu personagem ainda não tenha experimentado nenhuma dessas coisas em primeira mão, ele provavelmente conhece alguém que já, e ouviu muitas histórias sobre. Na maioria das vezes, eles sentem que a vida não tem muito a oferecer além do que está a sua volta, então preferem pular de cabeça nas ruas.


Guia Interpretação de gangues e construção de personagens Screenshot_63


INTERPRETAÇÃO SOBRE DROGAS

A Interpretação em torno das drogas oferece muito às gangues, desde vendê-las, até o vicio delas. Quando se trata de vender drogas, há muito que você pode interpretar em torno disso. Você pode interpretar a redução no uso de suas drogas para aumentar seu estoque, o que por sua vez aumenta seus lucros, porém você sente os problemas causados pela abstinência, drogas podem ser vendidas abaixo do peso (se elas pedirem 3 gramas da droga X, você pode dar 2,5 ou algo do tipo). Também é encorajado que você interprete drogas de diferentes tipos de qualidade, as drogas geralmente são muito adulteradas antes de chegarem aos usuários reais. Quando se trata de RP em torno de drogas, você deve estar aberto ao fato de que seu personagem pode ser um viciado. O abuso de drogas é uma fuga fácil e confiável da dura realidade em que vivem os membros de gangue. Eles também podem usá-las para aumentar o “hype” antes de atividades criminosas. O tipo de drogas que você vende e abusa vincula-se à cultura de sua gangue.

Você também deve observar que as drogas trazem o pior das pessoas, muitos membros de gangue aspiram a ter sucesso no jogo das drogas porque provavelmente é uma alternativa melhor para as opções limitadas que eles têm para ganhar dinheiro. Por ser uma fonte de renda tão fácil, os membros de gangue estão dispostos a fazer coisas duvidosas para conseguir drogas para vender. Se um membro de gangue está falido, eles podem roubar alguém conhecido para ter suas drogas, ou podem até mesmo roubar seus companheiros de gangue. A maioria das disputas dentro das gangues é por causa de dinheiro e drogas, se for profunda o suficiente, um membro da gangue pode estar disposto a matar alguém de sua gangue por este motivo.


A IMPORTÂNCIA DA CULTURA DA GANGUE

A identidade, os valores e os comportamentos de uma gangue formam a cultura da mesma, que praticamente resume a forma como ela opera. Isso determina a maneira como a gangue fala, pensa e interage com outras gangues.
Se você está baseando a sua gangue em alguma gangue real, é esperado que os membros se portem da maneira correta em relação a cultura adotada por esta gangue referência. Pesquise sobre! Fazer uma gangue Crip e agir como um Blood é um exemplo de um conceito mal executado.

Realismo é um fator muito importante quando o assunto é roleplay de gangue. A base de um RP de gangue é criar uma facção cabível para o contexto em que ela está inserida, com personagens que, além de únicos, devem também seguir os norteadores que aquele grupo ilegal leva em consideração.
A cultura de sua gangue é o que separa ela das demais e a torna única. Essa mesma cultura praticamente traduz como toda a hood ao redor desta gangue age.


CONFLITOS ENTRE GANGUES

Brigas entre gangues podem acontecer por diversos motivos, grandes ou pequenos, desde um xingamento, até algo relacionado a dívidas de drogas. Matar (CK) nunca deve ser sua primeira opção ao interagir com outra gangue. Todos os conflitos devem escalar de forma realística. Não se afobe e simplesmente mate um personagem de outra gangue, pois dessa forma você poderá estar jogando muitos possíveis roleplays com aquele personagem que você matou, no lixo.

Não é realista um membro de gangue se expor e tentar matar um integrante de outro grupo simplesmente porque houve uma pequena discussão. E até mesmo se o conflito escalar ao ponto onde matar é justificável, uma matança de muitos membros de uma gangue rival provavelmente não é algo que um personagem de gangue faria.

Planeje seus movimentos! Por exemplo, você pode pedir para um membro de sua gangue agir de olheiro e verificar se a pessoa que você procura está pelas ruas. Durante esse trabalho de scout, o olheiro investigaria se o alvo está exposto, quais roupas está vestindo, se está acompanhado, etc. Ao tomar a decisão do que você fará, aja! Ataque quando a oportunidade for boa e tente fugir para que a polícia não te pegue em flagrante.
Ao tentar matar alguém, é interessante que você interprete também o medo e a paranóia que alguém teria ao tentar matar outra pessoa. Você poderia ser preso durante o plano ou até mesmo morto. É muito improvável que um criminoso que acabou de matar um rival, vá vasculhar os bolsos do falecido em busca de quaisquer coisas…

Os ataques a gangues rivais devem ser usados como desenvolvimento para seu personagem e para sua facção. Uma coisa que esperamos da comunidade, é que as pessoas não busquem motivos fúteis para simplesmente atirar em alguém. Forçar um motivo não é algo que gostaríamos de ver e trataremos casos como esse. Há muitas outras formas de desenvolver uma inimizade com outra gangue.

Diálogo é o carro-chefe do servidor! Ou seja, ao criar uma rivalidade com outra gangue, interagir com ela agregará muito valor à história de ambos os grupos! Você pode utilizar nosso fórum para registrar as interações e criar toda a história da sua gangue, incluindo as rivalidades. Dentro do RP, reaja aos comportamentos de outras gangues de forma realística, justificável e focada em gerar uma ótima experiência para ambos os lados. Não saia por aí matando membros de outras gangues simplesmente porque há uma pichação deles na sua hood ou algum outro motivo pequeno. Ao fazer algo assim, você acaba com muitas possibilidades de RP.

Perceba também que sua gangue não precisa tretar com todas as outras ao seu redor. Se uma gangue próxima da sua vizinhança tem os mesmos inimigos que você, provavelmente poderia acontecer uma aliança ali. Ao interagir com outras gangues, também há possibilidade de business acontecerem entre ambas as partes.


FORA DO PERSONAGEM (OOC)

A maneira como você se comporta fora do personagem é tão importante quanto a maneira como você o faz no personagem. A toxicidade OOC destrói o roleplay em torno de uma facção mais do que qualquer coisa. É imperativo que você separe IC de OOC. Sua gangue deve estar aberta para interpretar com qualquer gangue, não importa quem esteja por trás do personagem. A comunicação entre os líderes é imprescindível se você quiser estar de acordo quando se trata das interações entre seus grupos. Deixar de fazer RP com outras facções porque você não gosta delas OOC não faz nada além de mostrar o quão mal gerenciado e ruim seu grupo é. O Roleplay deve ser o motivo por trás da interação com outra gangue, não tentar aumentar seu ego OOC. Atitudes tóxicas OOC fazem sua facção parecer ruim e impede os jogadores de interpretar potencialmente com você.

rust1co, Diegoggtamine, artmike, Bullet, Lukito, novaes, MarcosPaes e outros gostam desta mensagem

Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos